Ir para página inicial Vestibular Unifam

Notícias

Plasma Rico em Fibrina potencializa a enxertia

Publicado em : 24/03/2018

Autor : ABO Goiás

Fonte : Revista Odonto n.35 -

Há quase três anos, os dentistas dispõem de alternativas para os atuais métodos cirúrgicos de enxerto em Implantodontia e em cirurgia de tecidos moles. A Fibrina Rica em Plaquetas e Leucócitos (L-PRF) tem merecido especial atenção pelas possibilidades que oferece em diversos aspectos. Desde a Resolução CFO 158, em 8 de junho de 2015, a utilização de Agregados Plaquetários Autólogos na prática odontológica (Plasma Rico em Plaquetas e Fibrina Rica em Plaquetas) vem sendo largamente utilizada para melhor reparação tecidual.

A vantagem é a utilização de material coletado do próprio paciente, mas para isso é necessário capacitação para o emprego da técnica e também para a realização de venopunção (abertura em veia periférica ou central por meio de instrumento apropriado). Por isso, focada na valorização do cirurgião-dentista e atenta aos avanços científicos, a ABO Goiás inicia em abril a segunda turma de Intensivo de Manipulação Tecidual Estética e Reconstrução Óssea com uso de Plasma Rico em Fibrina (L-PRF) e Capacitação em Venopunção voltada para periodontistas, implantodontistas, cirurgiões e clínicos com experiência em implantes.

 

Detalhes

Segundo Getúlio de Marães, que coordena o curso ao lado de João Geraldo, a reabilitação estética e funcional do paciente com L-PRF ocorre em menor espaço de tempo, a satisfação é garantida e ainda minimiza o risco de infecção. “Para o profissional, o fato de poder concluir o tratamento em um espaço de tempo menor, com um custo operacional inferior ao convencional gera satisfação profissional, pessoal e financeira mais efetiva”, afirma.

Ele explica que o Plasma Rico em Fibrina (PRF) é um subproduto obtido do plasma rico em Plaquetas e foi desenvolvido para intensificar e acelerar a reparação de tecidos ósseos e moles. A L-PRF, de acordo com o coordenador, é um material rico em plaquetas autólogas e fatores de crescimento, que apresentam um concentrado imunológico e plaquetário ideal para a osteocondução e também intensificam a resposta regenerativa das células do próprio paciente.

“As aplicações clínicas do PRF em Odontologia são bastante variadas, como na elevação de seio maxilar em combinação com enxertos ósseos; na estabilização de materiais de enxerto; na preservação do alvéolo após exodontia ou avulsão; na cobertura de raízes com recessão; no tratamento de defeitos ósseos; no tratamento de lesão endodôntica e periodontal; no tratamento de defeitos de furca; no aprimoramento da cicatrização de feridas palatais após enxerto gengival livre etc”, enumera Getúlio.

Para habilitar o profissional, o curso fornecerá todo o material necessário para a venopunção e os biomateriais utilizados nas cirurgias reconstrutoras (ossos e membranas) enquanto nas cirurgias de levantamento de seio maxilar serão instalados implantes simultaneamente à enxertia, o que diminui o tempo de espera para a confecção da prótese.

 

Experiência marcante

A periodontista e implantodontista Luciana do Carmo Becker mora em Porto Velho, em Rondônia, e se esforçou para atualizar os conhecimentos em L-PRF. De acordo com ela, que participou da primeira edição do curso em outubro do ano passado, a capacitação acrescentou muito à sua atuação profissional em seu consultório particular ao promover maior eficácia do tratamento cirúrgico.

“Compensou muito no conhecimento adquirido. Aliás, escolhi a ABO Goiás justamente pela confiança, qualidade, competência e profissionalismo dos professores. Fiquei muito satisfeita e fui bem recebida na instituição, em especial pelos super professores e colegas Getúlio e João”, destaca.

 

De olho no calendário

Desta vez, o curso será mensal, ministrado às sextas e sábados com duração de 4 meses. A carga horária é de 64 horas. As aulas começam em 27 de Abril sendo o primeiro módulo teórico-laboratorial e os demais somente cirúrgicos. Mais informações pelo telefone (62) 3236-3101.





Lousa pode ser aposta da Odontologia goiana

Lousa pode ser aposta da Odontologia goiana

 08/09/2018

 Revista Odonto n° 37

  Estreante na corrida eleitoral, ele promete ser a diferença na Assembleia Legislativa de Goiás. A longa história de Rafael Lousa dentro de instituições voltadas ao empreendedorismo e o empenho na atuação profissional são, na [...]


Planejamento Estratégico norteia os rumos da ABO Goiás

Planejamento Estratégico norteia os rumos da ABO Goiás

 06/09/2018

 Revista Odonto n° 37

  A diretoria da ABO Goiás identificou a necessidade de investir na melhoria do atendimento oferecido aos pacientes da instituição. Para nortear esse trabalho foi contratada a Explain Consultoria, que começou o diagnóstico por meio de pesquisas de [...]


Parceria com Unifan marca expansão da ABO Goiás

Parceria com Unifan marca expansão da ABO Goiás

 10/09/2018

 Revista Odonto n° 37

  Inscrições e informações sobre o Vestibular 2019-1 - Odontologia Unifan / ABO É oficial: a ABO Goiás é a primeira seccional a constituir parceria com uma universidade para graduação em Odontologia. A [...]



Se joga!

Se joga!

 10/09/2018

 Revista Odonto n° 37

  Na mitologia grega, Dédalo e Ícaro já haviam desafiado as leis da natureza ao conseguirem voar com estruturas semelhantes a asas confeccionadas com penas de pássaros e cera. Historicamente, os primeiros registros confiáveis datam do século [...]


Circuito Gastronômico goiano

Circuito Gastronômico goiano

 10/09/2018

 Revista Odonto n° 37

Uma viagem precisa de itens básicos para ser inesquecível: companhias agradáveis, atrações turísticas e boa comida. O pacote completo pode custar pouco e estar bem perto. Em Goiás, as oportunidades para desfrutar de cenários [...]



Voltar