Ir para página inicialParceria UnifamParceria Unifam

Notícias

Em minicurso sobre PSI, casos cirúrgicos elucidam protocolos e novidades

Publicado em : 28/06/2018

Autor : ABO Goiás

Fonte : Revista Odonto n° 36 -

O ideal a ser alcançado na área da Odontologia engloba sempre funcionalidade e estética. Na reabilitação oral envolvendo a implantodontia, especificamente a Prótese sobre Implantes (PSI), a naturalidade do resultado depende do manuseio dos tecidos moles. Assim, a forma, o contorno, o limite cervical, o perfil de emergência da coroa implantosuportada e a qualidade e quantidade de mucosa peri-implantar precisam ser considerados na terapia.

Nesse contexto, a modelação do perfil crítico e subcrítico merecem atenção. Com ele, a transição entre o tecido mole peri-implantar e a restauração pode ser suave. O assunto é uma das especialidades de Victor Clavijo, professor visitante da Herman Ostrow School of Dentistry of USC, Los Angeles, Califórnia, nos Estados Unidos, que tem mais de mais de 50 artigos e capítulos de livros publicados em português, inglês e espanhol nas áreas de Implantodontia e Dentística Restauradora.

Ele é uma das atrações do primeiro dia do Estética Goiás 2018. Ao lado de Leonardo Bocabella, Clavijo ministrará o minicurso “Área crítica e sub-crítica em Prótese sobre Implantes”, com perfil clínico-laboratorial. Nele será discutida a importância da fase cirúrgica restauradora e laboratorial para conseguir um adequado perfil de emergência em próteses sobre implantes. A aula terá duração de 1h30 nas quais serão apresentados detalhes que farão diferença no dia-a-dia clínico.

As novidades, de acordo com Clavijo, serão explanadas através de casos cirúrgicos. “Para isso, vamos comentar protocolos precisos e resolutivos para confecção desse perfil. As novas tecnologias também farão parte do nosso encontro com a utilização dos sistemas CAD/CAM para correta posição do implante e, por consequência, o correto perfil de emergência”, afirma.

 

Precaução e demanda

O curso auxiliará o dentista a produzir o correto perfil de emergência, ou seja, o profissional trará um dente mais natural e um correto contorno, evitando inflamação e outros problemas ao paciente. “Essa atualização é importante porque o dentista fica mais seguro para oferecer o tratamento e terá mais uma opção a ser disponibilizada em seu arsenal de serviços prestados”, destaca Victor. Conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 50% da população brasileira adulta tem apenas 20 ou menos dentes funcionais, enquanto nos idosos esse índice é ainda maior, chegando a 70%.

 

Expectativa

Pela terceira vez no Estética Goiás, o professor está animado. “É sempre um prazer integrar o evento. Além do mais, o clima da ABO goiana é fantástico, a cidade é maravilhosa e me estimula a querer compartilhar a experiência clínica de mais de 10 anos em prótese sobre implantes”, confidencia Victor.

 

Evolução

Refletindo a internacionalização da ABO Goiás e do Congresso Internacional de Odontologia de Goiás (CIOGO), o Estética Goiás também tem recebido congressistas estrangeiros e este ano a participação deverá ser ainda maior, considerando a provável presença de alunos e ex-alunos das 10 edições do curso clínico internacional de Facetas Cerâmicas, da atual turma internacional de Especialização em Dentística e da forte atuação de professores da casa em eventos internacionais. Nesse contexto, o evento atualizou sua assinatura para Estética Goiás - Congresso Internacional de Odontologia Estética, com a expectativa de receber participantes de pelo menos 10 países.

Em 2018, o congresso será realizado em 28 e 29 de setembro, no Centro de Convenções de Goiânia, com palestrantes renomados do Brasil e um convidado da Itália, Vincenzo Musella, referência europeia e autor do livro “Modern Aesthetic Dentistry Workflow A to Z” da Editora Quintessence.








Paixão das antigas

Paixão das antigas

 28/06/2018

 Revista Odonto n° 36

Graduada pela UniEvangélica de Anápolis, especialista em Dentística Restauradora pela ABO Goiás em 2014 (Equipe Dentística), agora seu foco está na conclusão da especialização em Reabilitação Oral também pela [...]


Outro olhar sobre o Araguaia

Outro olhar sobre o Araguaia

 28/06/2018

 Revista Odonto n° 36

É oficial: a temporada do Araguaia começou em Goiás. Mesmo com as temperaturas baixas características do inverno na região Centro-Oeste à noite, é nesse período que as águas do rio Araguaia baixam e surgem as praias de [...]


Disciplina,  talento e ousadia

Disciplina, talento e ousadia

 24/03/2018

 Revista Odonto n.35

Responsável pelo desenvolvimento de técnicas restauradoras inovadoras, Luis Gustavo Barrotte supera os estereótipos de professor, pesquisador, palestrante e profissional da Odontologia



Voltar